Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, TUCURUVI, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Arte e cultura, Informática e Internet, Educação
MSN - gisele.gt@hotmail.com



Histórico
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006



Música - Artista
Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Educarede
 Educacional
 Educação Infantil


 
EDUCAR É MINHA VIDA.


Dia das Mães

Um texto muito bonito que pode ser colocado dentro de um cartão.

Mãe, Presente de Deus

 

Para completar o homem,
Deus fez a mulher...
Mas para participar do milagre da vida,
Deus fez a Mãe.
Para liderar uma casa,
Deus fez a mulher...
mas para edificar um lar,
Deus fez a Mãe.
Para estudar, trabalhar e competir,
Deus fez a mulher...
Mas para guiar a criança insegura,
Deus fez a Mãe.
Para os desafios da sociedade,
Deus fez a mulher...
Mas para o amor, a ternura e o carinho,
Deus fez a Mãe.
Para fazer qualquer trabalho,
Deus fez a mulher...
Mas para embalar o berço
e construir um caráter,
Deus fez a Mãe.
Para ser princesa,
Deus fez a mulher...
Mas para ser Rainha
Deus fez a Mãe.

Autor Desconhecido

 



Escrito por Gisele às 20h46
[] [envie esta mensagem]



Dia do Trabalho

Uma atividade bem legal p/ o dia do trabalho.



Escrito por Gisele às 20h39
[] [envie esta mensagem]



DATAS COMEMORATIVAS DE MAIO.

01 · Dia Mundial do Trabalho
13 · Abolição da Escravatura
14 . Dia das Mães

 



Escrito por Gisele às 18h58
[] [envie esta mensagem]



Nossos heróis de ontem e de hoje

 

Reprodução Nossos heróis de ontem e de hoje

Disciplina: História
Ciclo: Ensino Fundamental - 1ª a 4ª
Assunto: Conceito de tempo, noção de sucessão
Tipo: Metodologias


O professor, ao trabalhar em sala de aula a construção da noção de tempo nas séries iniciais, deve procurar entender como os alunos pensam a questão do tempo e quais suas representações a respeito da sucessão temporal e, a partir daí, planejar as aulas de modo a auxiliá-los nessa caminhada.

Para que os alunos construam essa noção de tempo, uma atividade que pode desafiá-los a expressar suas hipóteses e a estabelecer comparações entre diferentes momentos é a pesquisa sobre seus heróis e os de seus pais.

Primeira etapa:
Para criar um clima favorável à proposta, inicie uma conversa sobre os heróis dos alunos. Ao final dessa conversa, relacione os mais significativos para o grupo: Batman, Homem Aranha, Pokemon, Barbie etc. Observe se há, entre outras possibilidades, um:

  • herói comum ao grupo todo;
  • herói para os meninos;
  • herói para as meninas.

O passo seguinte é orientar a pesquisa. Definidos pelo menos dois heróis, divida a classe em cinco grupos e convide-os a coletar, individualmente, materiais sobre os personagens: brinquedos, revistas, jogos, gravuras. Determine com os alunos o tempo mais adequado para essa coleta.

Cada grupo, com base no material coletado, deverá elaborar um cartaz e criar um slogan pertinente às características e qualidades colhidas pelo grupo acerca do herói escolhido. Depois disso, exponha os cartazes feitos pelos grupos de preferência num local escolhido por eles. Se possível, estimule outros tipos de produção, como dramatização, desenhos, produções no computador.

Segunda etapa: Em seguida, lance o desafio da pesquisa dos heróis dos pais dos alunos. É importante definir um tempo adequado para essa pesquisa considerando as especificidades das classes.

Clique aqui para ver uma sugestão para a coleta de dados.

Concluído o levantamento, tabule os dados com os alunos.

Em seguida, proponha a análise dos dados com base nas seguintes questões:

  • Todos os pais tiveram heróis?
  • Quais foram os heróis de seus pais?
  • As causas defendidas pelos ídolos dos pais são as mesmas dos heróis de vocês?
  • Qual a diferença entre os ídolos dos pais e os heróis de vocês?
  • Quanto tempo passou para surgirem novos heróis? Por que isto aconteceu?

Enfatize junto aos alunos a concepção de tempo histórico, analisando épocas de um mesmo tempo e de outros. O tempo vivido precisa ser aproveitado em todas as atividades escolares, pois é a partir dele que melhor se compreende e se estabelece relações com os tempos mais distantes e não vividos pelo indivíduo.

Outro aspecto a ser trabalhado são os princípios e valores que esses heróis defendem. Fale sobre o aparecimento de heróis na cultura grega e romana e os heróis “nacionais”, por exemplo, Tiradentes, Duque de Caxias e outros. Observe com eles os interesses – econômicos, políticos, financeiros - que são mobilizados quando se “fabrica um herói”.

Para finalizar a proposta, organize uma exposição dos cartazes e desenho dos pais com o título “Heróis de Ontem e de Hoje”.

Um vídeo interessante para dar idéia de heróis gregos é “Hércules” (em VHS), encontrável em locadoras.

Texto Original: Vera Lúcia Moreira

Edição: Equipe EducaRede



Escrito por Gisele às 19h17
[] [envie esta mensagem]



Dia do Índio....

Vamos cantar!!!

A música é cantada no ritmo do "ATIREI O PAU NO GATO"



Escrito por Gisele às 10h20
[] [envie esta mensagem]



Dia do Livro infantil e Monteiro Lobato...

Montando uma história...

Entregue os desenhos p/ os alunos e peça p/ que conte a história depois monte um livrinho com eles.



Escrito por Gisele às 09h51
[] [envie esta mensagem]



DATAS COMEMORATIVAS DE ABRIL.

 A pedidos da Professora Joelma segue as datas comemorativas do mês de abril.

07 · Dia Mundial da Saúde
16 . Páscoa
18 · Dia Nacional do Livro Infantil
18 · Dia de Monteiro Lobato
19 · Dia do Índio
21 · Tiradentes
22 · Descobrimento do Brasil
28 · Dia da Educação


 



Escrito por Gisele às 19h03
[] [envie esta mensagem]



Páscoa

FELIZ PÁSCOA...

 



Escrito por Gisele às 18h49
[] [envie esta mensagem]



Nosso blog não será apenas p/ a educação infantil mas tb p/ o ensino fundamental e médio...



Escrito por Gisele às 09h48
[] [envie esta mensagem]



                                                                          

“Um desses sonhos para que lutar, sonho possível mas cuja concretização demanda coerência, valor, tenacidade, senso de justiça, força para brigar, de todas e de todos os que a ele se entreguem, é o sonho por um mundo menos feio, em que as desigualdades diminuam, em que as discriminações de raça, de sexo, de classe sejam sinais de vergonha e não de afirmação orgulhosa ou de lamentação puramente cavilosa. No fundo, é um sonho sem cuja realização a democracia de que tanto falamos, sobretudo hoje, é uma farsa.”
(FREIRE, Paulo. Política e Educação, 2001.)

 
É com o mestre Paulo Freire que dou início a minha caminhada...
 
 


Escrito por Gisele às 21h28
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]